Hold the door!!!!!

 Nessa sexta temporada de Game of Thrones (que se você não viu ainda, esse post terá spoilers) vimos o gelo e o fogo se erguendo, os heróis que irão salvar o reino da longa noite.
 Nas frias terras do norte, Jon foi esfaqueado, e deixado para morrer. É claro que todos sabíamos que ele retornaria, por mais que a produção da série tenha se esforçado para manter o mistério. Mas feito gol do Brasil em copa do mundo, todo mundo vibrou quando Snow reabriu os olhos, tentando recuperar o fôlego.  


“Eu não deveria estar aqui”, relutante, confuso, Jon teria desistido de tudo, e ido pra Dorne tomar um solzinho. Afinal, seu juramento com a patrulha era até a morte. E ele morreu. Só que Sansa conseguiu chegar na muralha. Sim, a irmã com quem ele menos se dava.  Com os olhos marejados vimos finalmente Starks se reencontrando, em um abraço apertado e cheio de dor.



  Sansa sempre fora uma garotinha ingênua. Mas todas as coisas terríveis que ela teve que suportar, passiva ainda por cima, sem poder reagir, hora nas mãos do Joffrey, hora nas de Ramsay, mudaram sua alma. Ela está fria, decidida, e muito desconfiada. Sansa nessa temporada mostrou o porte de uma Stark: fria como o maldito inverno.
 Se Sansa estava na muralha, o grande vilão dessa temporada tinha que se erguer, e cometer vilanisses. Ramsay está terrível nessa temporada. E então é dia vs noite, bem vs mal, quando os dois bastardos alinham seus exércitos e nos dão uma das maiores batalhas de todos os tempos.

 Infelizmente, Rickon morre. E Jon parte para a luta sozinho. Estupidamente burro? Sim, mas também estupidamente linda a cena. Só não é melhor que a esmagadora violência da batalha, a confusão frenética de toda a cena.
 Os nonos episódios sempre nos deixam marcados, e dessa vez pudemos ver Winterfell sendo retomada por Starks. O norte é dos lobos outra vez, e uma vez mais nos ajoelhamos ante um rei do norte, o Lobo Branco.

A Batalha dos Bastardos entrou para a história





















  E do outro lado do mar estreito, Daenerys se depara com Dothrakhis novamente, aumenta seu exército ainda mais, consegue barcos, e finalmente deixa Meeren! Aleluia!! Ela agora possui alianças com Dorne, Jardim de Cima e um punhado de Greyjoy. O reino nunca esteve tão caótico. E ela tem três dragões. Só chegar e conquistar.
 O reino está um caos. O inverno chegou, algumas das maiores casas foram destruídas e a coroa repousa sob uma mulher insana. Cersei obteve sua vingança. Ao maravilhoso som de Ramin Djawadi, Light of the
Seven, vemos as peças se alinhando, o Alto Pardal preparando sua cartada final para aniquilar de vez as influências “pecadoras” da coroa e consolidar seu império, na melhor cena, sequência e montagem de Game of Thrones, a fúria da rainha Lannister fez o reino tremer e cair de joelhos.

 O que o futuro reserva para essa configuração política do reino? Temos Jon Snow Stark Targaryen como rei no norte, Euron Greyjoy rei nas ilhas de ferro, Cersei governando sabe-se lá quem sobrou leal a coroa, e Daenerys chegando. E correndo por fora, alguém com um poder maior que todos, cuja coroa é feita de gelo e sangue, o Rei da Noite, senhor dos caminhantes. Sua estação chegou, é hora de se fazer temer por todo o
reino.
 Muita coisa aconteceu nessa temporada. Foi a melhor? Na minha opinião, sim. A trama andou (principalmente nos dois últimos episódios), várias respostas nos foram entregues, junto com várias cenas com as quais vínhamos sonhando. Essa temporada montou um cenário. Um cenário caótico onde uma guerra colossal irá acontecer, e nós seremos privilegiados por poder testemunhar o que virá.

 Afinal, um personagem singelo segurou a porta, como um herói cumpriu seu destino, e nos deixou com lágrimas nos olhos. Isso é Game of Thrones. 


Animação de Majora's Mask a caminho!!!

  Finalmente está a caminho de acontecer o que muitos fãs esperam a anos. O estúdio de animação EmberLab está produzindo um curta animado inspirado no game The Legend of Zelda: Majora's Mask, lançado para o Nintendo 64 em 2000.


  A história do jogo se passa em Termina, uma espécie de “mundo paralelo”, em que o protagonista Link deve tentar impedir que a lua colida com o planeta, provocando o apocalipse, após ser tirada de sua órbita pelo mascarado Skull Kid.
  Em 2008 se tornou final o trailer do filme em live-action The Legend of Zelda. Os fãs foram a loucura, mas tudo não passou de uma brincadeira de 1° de abril produzida pela IGN EUA.




  Em 2013 a empresa Imagi, mesma produtora da animação das Tartarugas Ninjas e do filme do Astro Boy, produziu um trailer a apresentou para Nintendo, com a intenção de levar o herói de Hyrule para os cinemas, porém ela recusou a proposta é o projeto foi cancelado.




  A animação de Majora's Mask ainda não possui data de lançamento. Confira o trailer:


Days Gone

 Apresentado pela Sony na E3 de 2016, um dos títulos que pretende fazer você repensar sobre jogos com a
temática zumbi.
 O game se passa-se nos Estados Unidos, num futuro não muito longínquo, dois anos após uma grande epidemia que transformou a maioria da população em criaturas muito perigosas denominadas de Freakers.
O jogador estará na pele de Deacon St. John, lutando contra hordas de infectados e superando as dificuldades encontradas pelo caminho.
 Você terá um vasto mundo aberto para exploração e muita ação.





 Exclusivo do PS4.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações

Link-me

CronicaEx
Connection -

Parceiros

Popular Posts