Heart of fire

 Foi árdua a batalha que acabei de travar contra uma simples casca de pipoca...já estava considerando usar ácido contra meu inimigo, mas felizmente eu sai vitorioso.Mas deixe de besteira, quem aqui nunca jogou castlevânia?  Desde os clássicos do nintendinho, até mesmo ao lords of shadows, esse jogo sempre me cativou por sua temática, ambientação e é claro, suas músicas.
 Castlevânia sempre teve músicas pelas quais eu me apaixono de cara. Uma delas é Heart of fire, que no jogo do nes (que eu jogava em um dynacom), era de uma terrível fase em um calabouço. Nunca consegui passar aquela maldita fase, cujo boss era a própria morte...
 Mas a música dessa fase, meu amigo, era foda! E o canal FamilyJules7X fez uma versão épica com guitarra dela:





 Havia uma fila, e nela estavam dando talento e habilidades. Esse cara ficou nela, Eu achei muito grande... Quem curte os jogos dessa série, eu recomendo o Dawn of Sorrow, pra Ds. O jogo conta a história de Soma Criuz, a reencarnação do Drácula. Devido a acontecimentos do jogo anterior (Aria of Sorrow), Soma abdicou a sua natureza das trevas, porém, um culto pretende fazer cair as sombras sobre nosso mundo, e para isso, Célia, a líder, está disposta a qualquer coisa para despertar o poder obscuro no coração do protagonista.
 A jogabilidade é boa, e o jogo conta com uma variedade de cenários, inimigos, e personagens, bem como itens e armas. Com muito mapa para explorar, e muitos bosses, o jogo é viciante. Na net é facil encontrar uma room traduzida, o que aumenta mais a imerção. Um ótimo jogo, nos moldes dos antigos games de plataforma. E nesse game, no mapa
Condened Tower, outra música épica:





 Um novo castlevania precisa ser feito, por que o último Lords of Shadows, na minha humilde opinião de campônes, deixou a desejar...O jogo não precisa de gráficos mirabolantes, precisa de muitas horas de jogo, muitos mapas e inimigos, e boas músicas... porque afinal, o que seriam dos jogos sem suas respectivas músicas?
 Então é isso, pegue seu chicote, sua cruz e água benta, e vamos banir as sombras deste mundo!! Até a próxima!


Death Parade - o valor de uma vida

    O diretor de Quarteto Fantástico deu uma declaração em seu twitter: "Um ano atrás eu tinha uma versão fantástica disso (filme). E ela teria recebido ótimas críticas. Vocês provavelmente nunca a verão. Essa é a realidade". Então, acho que com isso, bate o martelo, e esse filme é considerado FRACASSO... eu acho que nem vou ir ver mesmo...

 Hoje vamos falar de Death Parade, anime produzido pelo estúdio Madhouse, derivado de um ova que eu falei sobre aqui .É um anime simples, com uma animação e ambientação belíssimas, infelizmente apenas 12 episódios, porém, muito, mas muito bom.




 Sempre que duas pessoas no mundo mortal morrem ao mesmo tempo (isso é dado a entender no
começo, porém eu me questiono se é isso mesmo) ambos são enviados a um dos inúmeros bares misteriosos, onde serão atendido por misteriosos bartenders, que irão julgá-los a partir de um jogo.
 O jogo tem por objetivo, revelar o verdadeiro aspecto dos corações das pessoas, e com base em suas ações durante a partida, decidir se elas irão para a reencarnação ou para o vazio.
 Porém, os jogadores não se lembram de estarem mortos, suas memórias sempre vão retornando conforme o jogo vai passando, e diante de situações extremas, onde ninguém sabe o que acontecerá em caso de derrota, como cada um irá agir?
 Partindo dessa ideia maravilhosa, seguimos Decim, o bartender de Quindecim, que julga as pessoas que lhe são enviadas, auxiliado pela Chiyuki, uma mulher de cabelos pretos cuja história será contada mais detalhadamente no decorrer da série.

 O anime levanta questões sobre o que define um humano, e o que define se ele é realmente
merecedor do destino que lhe será imposto. Seriam os juízes realmente capacitados de julgar as pessoas, uma vez que eles não possuem emoções, e nem mesmo viveram? Estes seres que estão acima de nossa existência, que julga com indiferença, seriam realmente capazes de julgar pessoas das quais eles parecem nem sequer entender as motivações?

 Os jogos utilizados para os julgamentos são um espetáculo a parte. Vão desde dardos a fliperama. Alguns tem um clima de jogos mortais, como os dardos, onde cada parte do tabuleiro onde o dado acerta, provocara uma dor em seu adversário.

 Uma pena o anime ser tão curto, gostaria de saber mais sobre esse universo... Mas é isso, não perca seu temo, e corra para assistir!



Grupo Café com Pão

 Hoje eu fiquei na fila da Americanas por quase meia hora, só pra quando chegar na minha vez, o sistema cair, me deixando com nenhuma outra escolha que não fosse sair de lá com o rabo entre as pernas, sem minha preciosa e extremamente necessária Coca-cola... Mas chega de tristeza, pois este post é um oferecimento de:

                                                        Grupo Café com Pão



 A grandeza do infinito
Move meu moinho de vento
Rodam as catracas da vida
Cura dores e feridas
E removem os maus momentos
A grandeza do infinito
É bela pura e sincera

Como o orvalho da manhã    
É o pecado da maçã 


É fruta madura, amarela
A grandeza do infinito
Tem o sorriso do horizonte
Água direto da fonte
A mais pura donzela
Mas, também pequenices
Cantos tristes, desolados
Gritos, ecos espalhados
Contos de mesmices
É a grandeza do infinito
Imaginando o talvez
Depois que se conta até três
O presente sede sua vez
Vira passado e entra o futuro


....Helder Makenze...



 O meu grande amigo, Helder Makenze, juntamente com sua esposa Adriele Silva, reunidos começaram a iniciativa Café com Pão, um grupo cuja a nobre missão é levar a cultura e as histórias antigas a todos que puderem ser alcançados, com espetáculos cheios de cantoria, contação de história e poesias.
 O grupo, formado por Helder, Adriele e Neto Souza, espalha a alegria por onde passam, compartilhando o que possuem em seus grandes corações, espalhando algo que todos precisamos ter: cultura!

 Mas é claro que o Makenze não teve essa idéia. Ela partiu da Adriele, é claro. Atriz desde os dez anos, ela ganhou vários prêmios: atriz revelação infantil -2005 com a peça "a bruxinha que era boa", melhor atriz coadjuvante adulto - 2010 com a peça "as malditas" e melhor atriz -2013 com a peça "Passaredo", ou seja, está mais do que claro que ela é uma pessoa cheia de talento, dedicação, e um cosmo épico capaz de rasgar os átomos em pro de seu grupo.

 Já o Makenze não tem talento nenhum, é só um imprestável barbudo... piadas a parte, eu sempre o considerei muito, um grande amigo do qual eu me orgulho de ter conhecido, um cara totalmente fora dos padrões, um sonhador girtamundo, que nas mais extremas das situações, nunca fugiu das temíveis

espadas de papel forjadas pelo Japones Musashi. E é  com imenso prazer que venho divulgar a página deles, esse trabalho bacana que estão fazendo, recentemente abriram uma biblioteca repleta de livros infantis, e isso é muito épico! Então apóie essa causa épica, essa jornada da qual este grupo não irá se dar por vencido, não enquanto os quatro ventos não tiverem espalhados suas cantorias!

 Suas apresentações são em Surubin - Pe, mas você pode acompanhar e apoiá-los através da pagina deles: Grupo Café com Pão. Vai lá, de seu curtir, e ajude a divulgar!

"As quatro velas" do poeta Dedé Monteiro la de Tabira..
Posted by Grupo Café com pão on Sexta, 12 de junho de 2015

O fim do Cronicaex!!!

 Venho planejando este post a muito tempo. Muita coisa mudou desde o início deste blog, e depois de muito pensar, decidi que era hora de seguir em frente... então é com muito pesar no coração que eu venho lhes anunciar que o blog Cronicaex....

 Tá chega, é mentira, o blog não vai acabar, muito pelo contrário, hoje venho anunciar a vocês, meus caros e escassos leitores, que este blog não ficará mais abandonado.As coisas andam em uma correria sem freios ladeira abaixo ultimamente, e o pouco tempo livre que tenho, fico todo preguiçoso de escrever, e ultimamente tive um grande bloqueio criativo, e por mais que tentasse, só posts medíocres saíam das pontas do meus dedos.

 Mas isso termina hoje!
 E então, sob este título que eu sempre quis usar venho pedir aos meus parceiros Necrodark/Cemitério de poemas, MangáMania, Anime College, Pra Sempre Saint Seiya e Planeta Chewbacca (embora eu ache que este já não esteja mais entre nós), desculpas por ser um parceiro tão inútil, e como um político, eu irei prometer:

 Estou agora em uma cadeira, em pé com os braços abertos. E prometo que irei me esforçar para manter esse blog ativo.

 Mas leia mais um pouquinho de baboseiras aqui, por favor! Todos os membros ficaram tão inativos que nem nosso grupo no Whatsapp escapou. Não que isso seja novidade, mas acho que vou voltar a pegar no pé deles e ver se consigo algumas participações por aqui. Mas tudo vai ser devagar... tem um banner que já deveria estar pronto, e eu ainda nem consegui jogar Rpg com o Akisame e o Ichigo aqui do blog...
 Aos poucos vamos tirando a poeira da casa, e em breve, vamos trazer conteúdo ao nosso canal, e até quem sabe, tiramos do papel, nosso podcast. Então eu deixo aqui meu pedido de ajuda aos meus servos membros, para uma vez mais, lutarem ao meu lado. Haverá um dia em que este blog será cheio de conteúdo, mas esse dia não será hoje!

 E se nada acontecer, eu venho e apago esse post!

 Deixando a baboseira de lado, e para que você, que corajosamente leu tudo até aqui, vamos falar sobre Deadpool . Acabou de sair o trailer, que eu acho ter sido o mesmo exibido na Comic con, e meus amigos, parece que finalmente entenderam como se faz a parada! Tem sangue, besteira, humor negro, putaria, enfim, tudo que queremos ver em um filme do mercenário tagarela.
 Eu sempre torço o nariz para filmes da Fox sobre super heróis (mentira, comecei com isso desde wolverine origem), ainda não vi os últimos filmes do x-mens, nem mesmo o dias de um futuro esquecido... mas esse eu quero ver!

 Quem não viu o trailer ainda:




 Aquele curta vai ter presença no filme, o que é ótimo. Acho que não tem como isso dar errado. E destaque para o Colossus, o brutamonte de ferro! Cara, que demais! Vai ser um gibi animado nas telonas! Isso só confirma o que já sabemos: 2016 vai ser épico!

 Sem mais delongas que eu tenho que achar o caminho para os reinos de Morpheus, deixo aqui um recado aos meus amigos membros aqui do Cronicaex:

                                                  Cronicaex Assemble!!!!!!




 Ah, sim, sobre o título... queria algo de impacto para marcar meu retorno...
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seguidores

Total de visualizações

Link-me

CronicaEx
Connection -

Parceiros

Popular Posts